quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A QUEBRADA SURGINDO E SACUDINDO O SANTA MARTA

          




Baile da banda A Quebrada, que acontece dia 11 (sexta-feira) na Quadra do Santa Marta, terá as participações de Sandra de Sá, DJ Corello, Dj Thiago Firmino, do cantor Qinho e DJ [montano] VJ

A noite do próximo dia 11 vai ser curta para quem gosta de sambalanço. Tudo por causa da banda A Quebrada, que comandará o baile de mesmo nome na Quadra da Mocidade Unida do Santa Marta, em Botafogo. Formada por varios jovens do Santa Marta e participantes do Projeto Villa-Lobinhos com direção musical de Vini Lobo, a banda promete fazer todo mundo sacolejar, deixando gostinho de quero mais. No repertório, sucessos de grandes nomes do swing-sambalanço como Tim Maia, Jorge Ben, Bebeto e Simonal. Quem consegue ficar parado ao som de “W/Brasil”, “Olhos coloridos”, “Carolina”, “Namoradeira”, “Balança a pema”, “Rio 40º” e “Aquele abraço”?
A abertura do baile, às 22h, será comandada por Dj Thiago Firmino e DJ Corello, mestre das carrapetas nos “bailes black”. Em seguida, A Quebrada sobe ao palco, com destaque para as participações de Sandra de Sá e Qinho. O DJ [montano] VJ fecha a noite.


Serviço
Local: quadra da Mocidade Unida do Santa Marta
Horário: a partir das 22h
Ingressos: R$ 20 (podem ser comprados antecipadadamente no posto Shell da Rua São Clemente, 295, das 8h às 22h); na hora, na Mocidade Unida do Santa Marta.




Tive acompanhando os ensaios da banda A Quebrada e é coisa de louco. Poder ver jovens talentos do Santa Marta unidos com a galera do asfalto fazendo um som super bacana é de ter orgulho de ser do Santa Marta e mais orgulho ainda que a galera vem tocando pesado tambem o SwuingSambalanço.
Muito interessante, dançante e estigante o ensaio quinta feira dia 10 de Novembro, 1 dia antes da grande estreia da galera na quadra do Santa Marta.
Vamos apostar nessa galera, pois o som é show. O Swuing é danado de bommm.
Sucesso so na A Quebradaaaaaaaaaaaa.


Thiago Firmino

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A Casa Museu do Sr ALCEMAR


             
Conheci essa grande pessoa que é o Fabio Ramalho da  TV Record em uma visita no Santa Marta. Conhecemos toda a favela, jantamos  e papeamos bastante junto com outro amigo. Levei ele pra participar do meu programa na Radio Santa Marta que foi um sucesso. Fabio resolveu voltar a favela pra mostrar essa história interessante que mostrei a ele. 
Leia a entrevista que fiz com ele e o vídeo da Tv Record.


Alcemar dos Santos 46 anos e 20 anos de Santa Marta resolveu fazer algo diferente e inovador em sua casa. Tinha muita vontade de ter uma casa na favela que fosse uma espécie de um museu. Ele ficou preparando isso um tempo e comentou -  Na favela só tem birosca, não tem cinema e teatro. Ai ele teve essa ideia, mais a ideia dele rolou na epoca que o tráfico tava na comunidade e quando constantemente tinham tiroteios, quando ninguem quase podia subir na favela tranquilamente.
Ele resolveu fazer algo diferente e chegando um tempo a casa ia ficar conhecida. Agora com os novos tempos as coisas estão melhorando, ele ficou esquematizando como a casa seria.
   A casa tem coisas diferentes e interessantes e com muitas historias disse Alcemar.


Porta com foto de Joãozinho 30. A porta tava sem vida ai ele deu um jeito. Arreia de praia com cola de madeira tingido de verde. Arte chinesa diz Alcemar.


Adora comprar coisas no brechô pra enfeitar a casa mais quando comprou um telefone pra revender, restaurou o telefone pra vender, ai funcionou e não quis vender mais. Diz ser apaixonado por coisas antigas e se sente super bem com a casa desse jeito.


Alcemar ganhou  um saco de moeda, moedas do mundo todo de um amigo de uma firma, tava fazendo obra e teve uma ideia mirabolante. Não tinha tempo de pintar e ajeitar mais a casa ai resolveu colocar as moedas em toda a parede. Algumas pessoas acham ele meio louco mais ele garante quem gosta de arte vai gostar da minha casa.


O chão é assim, depois que ele passou a pisar no dinheiro no chão as coisas começaram a melhorar. Ele deixa algumas notas soltas no chão. Mais garante que sua mulher não deixa colocar muito dinheiro no chão que ela começa a catar tudo. afirma.


Pinico - a casa dele vivia cheio de cervejeiro, a galera que adora beber uma boa cerveja, fazer um batuque. Como as pessoas que bebem muita cerveja usam muito o banheiro, ele resolveu colocar os marmanjos pra mijar no piniquinho, já que as mulheres demoravam muito pra ir ao banheiro ele resolveu colocar esse piniquinho no segundo andar só para os homens. E ainda tirava um sarro dos amigos dizendo pra eles irem mijar no piniquinho.


Alcemar dos Santos Braz diz ter 2 nomes. Na favela como é conhecido por confeccionar chinelo ele é chamado de Alcemar. Na rua como é conhecido como restaurador de móveis ai é conhecido como Braz.


  Na epoca ele tava desempregado assistindo um programa  de televisão e passou um comercial de uma máquina de fazer chinelos. Ficou encantado e sismou em comprar pra fazer as sandalias em casa.
  Foi pra são Paulo ficou 2 dias pra aprender a fazer sandálias em um pequeno curso por lá. Depois voltou pro Rio, comprou a máquina com um rapaz que pediu pra ele fazer primeiro o deposito em uma conta e esperar 1 semana. 
  Ele não conseguiu mais durmir depois desse depósito achando que teria tomado uma volta do rapaz. Na epoca custou 1,500 reais que ele depositou na conta do vendedor, onde ficou tão ansioso e com medo de não ter mais a máquina e o dinheiro de volta.  Mais finalmente a máquina chegou no prazo correto para alivio de Alcemar, que já tava ficando tenso com a compra desse equipamento.  Enfim deu tudo certo.


Antes não tinha muito trabalho, depois começou a pintar trabalhos, mais garante ele que não foi nada fácil. Teve muita dor de cabeça pois saiam todas erradas e demorou mais ou menos 1 ano para fazer perfeitamente as sandálias.


Por Thiago Firmino

terça-feira, 1 de novembro de 2011

PADRASTO PRESENTEIA FILHA com VISITA à ESTÁTUA DO MICHAEL JACKSON na FAVELA SANTA MARTA.

Ágatha abraçada curtindo a Estátua do Michael Jackson

Após a morte do Michael Jackson a admiração, que já era muito intensa, atingiu proporções ainda maiores


na vida da Ágatha. Tornou-se então uma fã fervorosa de todo o trabalho desse artista singular.

Quando soubemos da inauguração da estátua do Rei do Pop no Morro Santa Marta, imediatamente pensamos em presenteá-la com uma visita ao local onde o mesmo pisou e de onde emocionou a todos com a sua simplicidade e genialidade.


Por motivos diversos não podemos materializar nossa vontade em fazer uma surpresa tão valiosa para a Ágatha no ano de 2010, mas não esquecemos do assunto e o adiamos por mais alguns meses.


Após uma longa espera o mês de agosto, mês de seu aniversário chegou.

Como não conhecíamos ninguém no Morro Santa Marta resolvemos entrar na internet e procurar a melhor forma de realizar a tão desejada visita. Neste momento, confesso, que a vontade já tinha contagiado toda a família e amigos.

Após algumas pesquisas encontramos um nome: Thiago Firmino. Achamos! É ele que vai nos levar.

Entramos em contato com o Thiago e marcamos tudo sem a aniversariante (Ágatha) saber: Dia, hora e local. Falamos com as amigas dela e pronto! Tudo certo para o grande dia!

No dia anterior a visita disse para a Ágatha que precisaria da sua ajuda e que também precisaria da ajuda de suas amigas em uma determinada situação. Prontamente ela confirmou presença. Para alívio de todos.

Saímos do Méier em direção ao Morro Santa Marta e ela não desconfiando de nada.

Entramos na Rua São Clemente. Estamos bem próximos e...chegamos.

Pergunto para a Ágatha: Reconhece esse lugar? Antes que pudesse responder lhe dei a notícia: Estamos no Morro Santa Marta, vamos visitar a estátua do Michael Jackson!!

Laje Michael Jackson

Durante alguns minutos permaneceu em choque pela notícia e afirmava de forma contundente que tudo aquilo era mentira, enquanto todos nós ríamos da situação.

Digamos que a ficha só caiu quando todos nós encontramos com o Thiago Firmino, que já nos aguardava com um sorriso no rosto e pronto para nos guiar pelo mundo da cultura.

Mirante Pedrão

Após as devidas apresentações começamos a participar da história do Morro Santa Marta com todos os seu detalhes, narrados e vividos com muita propriedade por Thiago.

Conhecemos os problemas causados pelo descaso dos nossos governantes, preocupados em maquiar as verdadeiras necessidades dos moradores para as pessoas que tomam conhecimento de tudo que acontece em nossa cidade apenas pela TV.

A cada ponto que parávamos conhecíamos mais as histórias, as particularidades com um cenário deslumbrante ao fundo.

Ao chegar ao ponto onde se encontrava a estátua do Michael Jackson todos ficamos em êxtase, pois não era simplesmente uma visita, tudo em volta agora fazia parte de um grande contexto, muito mais complexo do que imaginávamos.

A beleza, o empreendedorismo, a simpatia, eram alicerces que aos poucos foram se revelando em uma incrível viagem. Simplesmente fascinante, espetacular e singular.

Conhecer o Morro Santa Marta foi muito mais além de nossas expectativas.

Só temos a agradecer ao Thiago Firmino pela gentileza e simpatia por ter nos conduzido por esse maravilhoso mundo cultural e nos ensinado com toda a sua simplicidade e empreendedorismo.

 Texto: Aldo Melo (Padrasto)

Na foto Padrasto, Mãe, Ágatha e seus amigos na Praça Cantão 






                 A galera no corredor onde Michael Jackson gravou na favela.