segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Casal investe em 'loja fashion' para atrair clientes em favela no Rio

Foto: Hudson Freire/Arquivo Pessoal
Pacificação do Santa Marta ajudou o movimento na loja de Ivone
Quando Ivone Duarte perdeu o emprego em uma clínica veterinária, quatro anos atrás, começou a investir na ideia de vender roupas em casa, no morro Santa Marta, e colocou um espelho e uma arara em um cantinho da cozinha para compor uma miniloja.
As clientes que chegavam da rua tinham que passar pelos traficantes armados que controlavam a comunidade. "Eles perguntavam quanto elas queriam comprar, se queriam fumar, cheirar. Aquele era o primeiro impacto", lembra Hudson Freire, marido de Ivone.
A situação mudou depois que o Santa Marta virou a primeira favela do Rio a receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), dois anos atrás.
Os negócios melhoraram tanto que, em janeiro deste ano, Hudson deixou o emprego em uma agência de publicidade em Niterói para ajudar a esposa, e eles compraram um imóvel na Praça do Cantão, na parte baixa do morro, para abrir uma loja.
"Vi que o negócio ia andar com a comunidade pacificada. Comecei a imaginar as clientes vindo da rua", conta Freire.
Depois de uma reforma caprichada, o casal abriu, em fevereiro, a Comunidade Fashion, e a proporção de clientes se inverteu: "Hoje, 60% vêm de fora (da comunidade) para comprar aqui", estima Freire.
O casal está no processo de constituir uma empresa formal para impulsionar os negócios. "Vamos fazer um CNPJ para poder vender com a máquina de cartão de crédito e débito. É importante, a gente perde vendas de clientes casuais e de gringos que vêm visitar a comunidade", diz Hudson.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A moradora do Santa Marta que nunca ouviu um tiro


 por Camilo Coelho \ Blog da Pacificação

Luiza Beatriz mora em uma favela do Rio e nunca ouviu um tiro. Nada. Nem um disparo sequer. Com apenas quatro meses de idade, ela veio ao mundo quando a comunidade onde vive já estava ocupada pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Para comemorar o aniversário de dois anos da unidade pacificadora do Santa Marta, fizemos uma entrevista coma mãe da menina. Andriele dos Santos nasceu na comunidade de Botafogo e teve uma infância muito diferente daquela que a filha está tendo. Ela lembra que muitas vezes acordou ao som de tiros, durante operações da polícia ou invasões do tráfico, e comemora que a filha não vai ter que passar por essa situação.
Mas a pacificação não foi boa apenas para a pequena Luiza Beatriz. Andriele agora recebe os amigos em casa. Ele não ficam mais com medo de subir o morro e passaram até a se convidar para eventos no Santa Marta. Os encontros que antes, quando aconteciam, tinham hora para terminar, agora entram na madrugada sem nenhum problema. O medo de ter que deixar a comunidade ao anoitecer acabou e as pessoas agora se divertem nos bares ou na quadra da escola de samba.
No dia da entrevista estava muito calor. Luiza suava muito e reclamou, chorando, que a entrevista demorava para acabar. Veja o que conseguimos salvar da conversa com a mãe dela:

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Moradores empresários aproveitam a PAZ no Santa Marta.

Mais uma matéria no www.blogdapacificação.com.br com Thiago Firmino falando do LAJÃO CULTURAL no Santa Marta. Venha conhecer e prestigiar o maos novo salão de festas no Santa Marta.
Dando continuidade à semana de comemoração pelos dois anos da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro Santa Marta, vou contar hoje um pouco sobre os benefícios que a paz está trazendo para jovens empreendedores locais. Para exemplificar isso fiz uma entrevista com o Thiago Firmino. Com 29 anos, ele ganhava algum dinheiro fazendo tour com turistas e organizando festas. Depois da pacificação, o ritmo de trabalho aumentou, o número de turistas que visitam a comunidade disparou e Thiago já prepara uma novidade para o verão: o lajão cultural. Com 88 metros quadrados, a laje tem uma vista incrível do bairro de Botafogo, fica aos pés do Cristo Redentor e foi criada para receber todo tipo de festa -- pode ser um churrasco, uma festa com DJ, uma feijoada ou qualquer outra coisa que o cliente queira fazer.
Para o jovem empreendedor,a unidade pacificadora está ajudando porque trouxe segurança para a comunidade. Com isso aumentou o número de visitantes e hoje as pessoas ligam pedindo para conhecer o Santa Marta. Morando na comunidade desde a infância, Thiago diz com propriedade que a vida no morro mudou para melhor. Pai de um menino de nove anos, ele agora não fica mais com medo de tiros quando desce pelos becos para deixá-lo no colégio.
Veja uma entrevista feita dentro do lajão cultural:

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Sábado tem Morro de Alegria ! Roda de Samba

Salve galera!

No próximo sábado (11) tem "Morro de Alegria", a roda de samba mais animada do Rio! A festa começa às 16h na quadra da Mocidade Unida do Santa Marta, no morro Santa Marta, em Botafogo. O programa foi indicado pela Revista O Globo como uma das apostas pro verão carioca! Olha só que bacana:


Uma ótima pedida pra quem curte uma boa música, um clima maravilhoso, gente bonita e diversão num cenário sem igual! Dica pra ficar esperto: aproveite para passear pela comunidade. Você pode subir de bondinho até o ponto mais alto do morro (Laje Michael Jackson) e conhecer uma das vistas mais lindas da cidade! Venha subir o Santa Marta com o bloco mais charmoso do Rio! A boa do samba!

Tá rolando venda antecipada de ingressos no posto Shell em frente ao Santa Marta por R$30! Corra e garanta logo o seu!

Veja uma palinha do último "Morro de Alegria" aqui:

Campanha "Humanize" no Santa Marta

O ativista social Marcelo Yuka, a Visual Farm, o Canal Futura, o Grupo Eco, a ONG Visão da Favela, a Associação de Moradores do Santa Marta e outros grupos locais se juntaram para participar de uma mega intervenção urbana no Santa Marta, a "Humanize". A campanha defendeu a ideia de que o humano é o melhor que existe em nós. E ao humanizarmo-nos, a convivência com o outro e com a diferença será muito mais simples e harmoniosa. 


A inciativa promoveu oficinas de criação e performance visual, VJ e vídeo mapping. Para quem não sabe, mapping é uma técnica de vídeo que usa a arquitetura como uma grande tela de projeção, onde a imagem aparece sem distorções em formas simples e nas mais variadas superfícies.

As intervenções urbanas audiovisuais aconteceram em vários pontos da comunidade. Tiveram intervenções interativas e mega projeções na arquitetura local, transformando as fachadas em obras de arte. Com o vídeo mapping as casas e fachadas ganharam diferentes cores e formas abertas para quem quisesse ver.


O Espaço do Grafitti Virtual inovou tanto no mundo das projeções quanto na cena dastreet art. Grafiteiros e artistas desenvolveram novas tecnologias e suportes de uma maneira bem simples. Eles usaram um tagtool, um computador e uma tablet (mesa e caneta digitais para desenho), um console de controle e um joystick. E foi assim que fizeram os desenhos virtuais projetados nas casas.

Dá uma olhada no making of de "Humanize", produzido pela Musique Filmes:

domingo, 5 de dezembro de 2010

Trilha Mirante Dona Marta

Sábado dia 04 de Dezembro a galera  pode curtir mais um passeio. Subimos até o topo da Favela Santa Marta iniciando a subida até a estação 5 do bondinho e depois entrando na trilha em direção ao Mirante Dona Marta. A galera curtiu, relaxou, suou e aprovou o passeio. Na volta a galera ainda pode terminar a trilha almoçando dentro da propria comunidade.
 Passeio em parceria com a NATTIP ECOTURISMO que apoia a idéia e usa os Monitores de Turismo da própria comunidade.
A galera reunida na estação 5 do bondinho no Santa Marta rumo ao Mirante Dona Marta
Vista Panorâmica do Mirante Dona Marta
Clara curtindo o visual lá de cima. Pose pra foto !!!
A galera posando pra foto no heliponto
A galera posando pra foto no Mirante Dona Marta
A galera iniciando a trilha pelo Santa Marta

Thiago posando pra foto panoramica no Mirante

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Santa Marta no Jornal Metro.

A galera do Artesanato e Thiago Firmino saindo na capa do Jornal Metro e na página interna.
Turismo, artesanato, cultura, arte e empreendedorismo fazendo sucesso nos jornais.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Luciano Huck e Lar Doce Lar

O Programa Caldeirão do Huck juntamente com o apresentador Luciano Huck e o destino uniram Raimunda em um passeio de taxi onde Ela pode ter a corte de bater de frente com o apresentador e devido a sua história conseguiu a casa do Lar Doce Lar.
O ‘Caldeirão do Huck’ exibiu sábado, dia 5 de dezembro, o quadro ‘Lar Doce Lar’ na comunidade Santa Marta, no Rio de Janeiro. Raimunda do Carmo, participante do ‘Vou de Táxi, contou sua história para o apresentador e foi contemplada para participar do quadro. Para ganhar a reforma da casa em que mora com seus três filhos e seus pais, ela teve que encontrar quatro Martas na comunidade em uma hora. Ela conseguiu e ganhou a casa do LAR DOCE LAR. 
Veja o vídeo que é bem melhor e mais emocionante do que escrever tudo isso.


Veja as fotos abaixo do antes e depois da casa do Lar Doce Lar.









Fotos do antes e depois da casa do LAR DOCE LAR tiradas por Thiago Firmino.